Liga BPI

Torreense vence

Futebol Fem. - Liga BPI

Lank Vilaverdense perde mais terreno na última posição

O Torreense fechou a 13.ª jornada da Liga BPI com um triunfo magro (1-0) sobre o Lank Vilaverdense, apesar de ter tido inúmeras oportunidades para dilatar o resultado, incluindo outras duas grandes penalidades, não convertidas por Paloma Lemos.

Foi já no último quarto de hora que Ava Seelenfreund converteu o terceiro penálti a favor do Torreense, garantindo os 3 pontos que consolidam a equipa na 8.ª posição e deixam o Lank Vilaverdense ainda mais distante da permanência, na última posição, com apenas 2 pontos.

Na primeira parte, “só deu” Torreense, mas nem de penálti a equipa do Oeste conseguiu adiantar-se. Foram duas tentativas frustradas de Paloma Lemos. Aos 8’, rematou colocado e Sofia Bernardo defendeu para canto, com uma bela estirada. Aos 36’, a guarda-redes repetiu o gesto e Paloma chutou para o meio, mas muito por cima da trave.

O primeiro golo do Torreense também esteve à vista aos 21’ (cabeceamento de Paloma), aos 25’ (outro remate de Paloma, próximo da marca de penálti, sem oposição), aos 39’ (Rafa Sudré numa recarga de cabeça) e aos 41’ (remate de Abigail Jacobs à entrada da área), mas só este precisou de uma boa intervenção de Sofia Bernardo, saindo as restantes finalizações ao lado do alvo.

O sentido único do jogo não se alterou após o intervalo e só uma tarde de grande acerto da guarda-redes Sofia Bernardo evitou o avolumar do resultado. Os postes também ajudaram, no cruzamento-remate de Bruna Ramos (49’) e na recarga de Rafaela Rufino (90’+5).

FICHA DE JOGO

TORREENSE 1-0 LANK VILAVERDENSE (0-0 ao intervalo)
Liga BPI
13.ª jornada
Estádio Manuel Marques

Árbitro: Sandra Bastos
Árbitros Assistentes: Taísa Tavares e Vânia Almeida  
Quarto árbitro: Maria Silva

TORREENSE: Makenna Gottschalk; Carolina Correia, Rafa Sudré (cap) (Chinyely Asher, 90’+2), Daniuska Rodriguez (Margarida Sousa, 83’), Paloma Lemos (Maria Ferreira, 63’), Catarina Pereira, Ava Seelenfreund, Samara Lino, Ellie Walker, Abigail Jacobs (Janaina Weimer, 83’) e Bruna Ramos (Rafaela Rufino, 63’).
Suplentes não utilizados: Leonor Faria, Giovanna Santos, Inês Silva e Maria Malta.
Treinador: Gonçalo Nunes
Disciplina: nada a registar.

LANK VILAVERDENSE: Sofia Bernardo; Sophia Ferreira, Carol (Matilde Pereira, 72’), Kayla Mingachos, Laura Marin, Huynh Nhu, Joyce (Eduarda Rodrigues, 90’+3), Faty Sousa (Da Kotcchan, 53’), Maria Ribeiro, Pâmela Dutra e Gabi Gonçalves (cap).
Suplentes não utilizados: Lu, Cláudia Machado, Margarida Oliveira, Ema Cruz, Lara Ribeiro e Mariana.
Treinador: Adelino Esteves
Disciplina: amarelo a Carol (51’) e Joyce (87’); vermelho a um elemento do banco (80’).

Golos: 1-0 Ava Seelenfreund (80’, gp)

Mulher do Jogo: Ava Seelenfreund

Ava, com muita calma

A bola ainda bateu na base do poste e percorreu quase metade da linha de golo até entrar completamente na baliza, mas o remate de Ava Seelenfreund tinha o selo de golo do triunfo. A avançada do Estados Unidos demonstrou a calma necessária para finalizar, depois de ter visto a companheira Paloma Lemos desperdiçar dois lances da mesma marca de grande penalidade.

O golo impediu a guarda-redes Sofia Bernardo de somar uma “folha limpa”, num jogo em que brilhou várias vezes, incluindo no primeiro penálti.

 


;