André Coelho: "Resta-nos trabalhar e manter o foco"

Futsal - Seleção A

O ala explicou que está a viver um bom momento e diz ser mais um para ajudar a equipa. José Luís Mendes perspetiva dois jogos exigentes diante da Macedónia do Norte.

A Seleção Nacional de futsal prosseguiu esta quarta-feira com os trabalhos de preparação para o Campeonato da Europa Países Baixos 2022.

A Equipa das Quinas trabalhou pela primeira vez com 14 jogadores – Bruno Coelho e Zicky juntaram-se na terça-feira ao grupo depois de recuperarem da Covid-19 e Miguel Ângelo, que rendeu o lesionado Cardinal, chegou ontem à noite a Rio Maior.

Recorda-se que a comitiva lusa viajapara Amesterdão no dia 16 e inicia a competição, diante da Sérvia, no dia 19.

Portugal joga, na quinta e sexta-feira, dois jogos de preparação diante da Macedónia do Norte, no Pavilhão Polidesportivo de Rio Maior, às 21h00 e 18h45, respetivamente.

André Coelho: “Sou mais um que está aqui para ajudar”
André Coelho sagrou-se campeão europeu (em 2018) e mundial (em 2021), tendo pelo meio, vencido a Liga dos Campeões UEFA. O fixo que atua no FC Barcelona defende que esses títulos já fazem parte do passado e encara a próxima competição com muita motivação.

“Sinto-me, mais uma vez, feliz e privilegiado. Sentimos que cada vez vimos aqui é como se fosse a primeira vez. Todos esses êxitos são passados. Neste momento, não contam para nada e começamos do zero outra vez. Estou aqui 100 por cento motivado para ir em busca dos objetivos coletivos, que será sempre o mais importante…. Defender a nossa Seleção, desempenhar bem o meu papel. Sou mais um que está aqui para ajudar a Seleção a triunfar.”



A atual lista de convocados conta com sete campeões da Europa e 13 campeões do Mundo (não contando com Edu que fez toda a etapa de preparação e não esteve na fase final devido à Covid). O jogador que soma 76 internacionalizações considera que é muito positivo manter a espinha dorsal do grupo.

“É sempre bom manter a maior parte do grupo. Neste caso, todos os que cá estão estiveram no Mundial. Já nos conhecemos todos uns aos outros. Já temos as nossas ligações dentro de campo. Já nos conhecemos uns aos outros. Portanto, é sempre mais fácil trabalhar num grupo que já trabalha junto há muito tempo, do que vir com jogadores novos. É uma vantagem já nos conhecermos todos, mas, mais uma vez, partimos de baixo e nenhum desses triunfos que cada um conquistou vai ganhar jogos. Agora resta-nos trabalhar e manter o foco.”

Estas poucas mudanças no grupo também ajudou a que, apesar das ausências, o grupo se mantivesse unido.

“Infelizmente tivemos casos de Covid [Bruno Coelho e Zicky], a lesão [do Cardinal]… Hoje foi a primeira vez que trabalhamos todos juntos e isso é muito importante. Não estando cá fisicamente, estavam sempre connosco. Acompanhavam-nos nas reuniões, nos nossos grupos - onde interagimos uns com os outros -, para mantermos esta família unida que nos tem trazido tantos êxitos e que certamente continuará a trazer.”

André Coelho explicou que está a viver um bom momento e para ajudar a equipa com tudo o que Selecionador quiser.

“O meu objetivo é sempre desempenhar bem o meu papel. Estou a sentir-me muito bem. Esta época estou-me a sentir muito bem fisicamente e mentalmente. O mister Jorge Braz também me dá sempre muita confiança sempre que estou aqui. Estou aqui apenas para desempenhar o meu papel. Estou aqui para dar tudo sempre. Faço o que o mister Braz me mandar.”

José Luís Mendes: "Refinar algumas situações do ponto de vista estratégico"
O Treinador Nacional José Luís Mendes explicou ao fpf.pt quais os objetivos para esta semana de trabalhos em Rio Maior.

“Continuar com aquilo que tínhamos vindo a fazer, sobretudo refinar algumas situações do ponto de vista estratégico – principalmente no cinco para quatro. Ao nível dos esquemas táticos, penso que temos vindo a trabalhar bastante bem – com um volume considerável nesse momento de jogo em que as coisas estão a ficar como nós pretendemos. Agora estes dois jogos irão servir para consolidarmos e aferirmos aquilo que ainda temos de fazer antes do primeiro jogo [no Euro-2022] com a Sérvia.”



O técnico espera dois jogos que permitam Portugal continuar a melhorar tendo em vista o primeiro jogo do Euro-2022, diante da Sérvia.

“Esperemos que sejam dois jogos exigentes e que sirvam para nós competirmos e percebermos aquilo que ainda teremos de melhorar. Penso que é um adversário, do ponto de vista teórico, mais acessível do que aqueles que nós vamos encontrar nesta fase de grupos. Por aquilo que observámos quando os defrontámos, será, sem dúvida, um adversário que nos vai obrigar a fazer um jogo de grande exigência. Vão ser dois jogos que nos vão proporcionar as dificuldades que nós pretendemos encontrar neste momento de preparação. Essencialmente, esperamos que sejam dois jogos que sirvam para nos continuar a preparar para ultimar algumas questões, tendo em vista um Europeu que vai ser bastante duro.”

Bilhetes gratuitos e transmissão no Canal 11
As entradas para assistir aos jogos serão gratuitas. Clique aqui para saber como pode levantar o seu ingresso e as condições de acesso ao Pavilhão Polidesportivo de Rio Maior.

Os jogos podem ser acompanhados em direto no Canal 11.

Numeração definida
Já se encontram definidos os números que os jogadores utilizarão durante o Campeonato da Europa Países Baixos 2022. Clique aqui para saber mais.

Clique aqui para aceder ao dossiê de imprensa atualizado.

FOTOGALERIA

Lista completa de convocados
Guarda-redes: André Sousa (SL Benfica) e Edu (Viña Albali Valdepeñas);

Fixos: André Coelho (FC Barcelona), João Matos (Sporting CP) e Tomás Paçó (Sporting CP);

Fixo/Ala: Afonso (SL Benfica);

Alas: Bruno Coelho (Napoli Futsal), Miguel Ângelo (Sporting CP), Pany (Sporting CP), Pauleta (Sporting CP) e Tiago Brito (SC Braga/AAUM);

Ala/Pivô: Fábio Cecílio (SC Braga/AAUM); 

Universal: Erick (Sporting CP);

Pivô:  Zicky (Sporting CP).


;
;
12 de Janeiro 2022
Foto

André Sanano/FPF

Notícias