Patrícia Morais: "Continuamos na luta"

Futebol Fem. - Seleção A

Guarda-redes lança o jogo com a Escócia e diz ter a certeza de que Portugal estará no próximo Europeu.

A Seleção Nacional Feminina A já se encontra em Larnaca, cidade cipriota onde vai defrontar a sua congénere da Escócia, na próxima terça-feira, pelas 17h10 locais (15h10 em Portugal continental), em jogo referente à última jornada do Grupo E de qualificação para o Campeonato da Europa.

À chegada ao hotel onde a comitiva nacional vai ficar concentrada, a guarda-redes Patrícia Morais resumiu o estado de espírito do grupo comandado por Francisco Neto, após a derrota frente à Finlândia (1-0), que obriga Portugal a disputar um 'play-off' de acesso ao Europeu em abril, caso não vença a Escócia por uma diferença de nove golos.

"Fizemos uma primeira parte boa, com a estratégia que tínhamos delineado nos treinos e conseguimos dominar as finlandesas na casa delas. Infelizmente o golo delas, a segundos do fim, é que define o jogo e nos deixa muito longe do apuramento direto. Obviamente que estamos tristes mas saímos do jogo de cabeça erguida. Sabemos que fizemos tudo para merecer a vitória", disse a jogadora do Sporting CP.

Para Patrícia Morais, "o fator sorte também conta" e ontem faltou a Portugal. "Há três anos deixámos as finlandesas pelo caminho e apanhámos o comboio do Europeu. Agora a sorte esteve do lado delas naquele jogo e já se apuraram. Temos de lhes dar os parabéns e seguir em busca do nosso objetivo. O mais importante é que continuamos na luta, nada está perdido. Não nos apurámos agora, vamos apurar-nos dois meses mais tarde. Tenho a certeza disso. Ainda vamos reencontrar a FInlândia no verão de 2022", afirmou. 

Apesar de se ter destacado com defesas de alto nível em Helsínquia, a internacional portuguesa garante que não fez "mais do que era obrigação". "Sinceramente, preferia estar já no Europeu a ter defendido aquelas bolas", revelou, com humildade.

Sobre o jogo de terça-feira com a Escócia, deixou claras as expetativas da Equipa das Quinas. "Não vamos para cumprir calendário, vamos à procura da vitória como sempre", prometeu, para acrescentar que "o jogo vai ser muito difícil". "A Escócia é uma equipa fisicamente forte e está habituada a fases finais. Vai querer mostrar a sua qualidade depois de a termos afastado do Euro. Quando subirmos aos relvado vamos ter que dar o melhor de nós para ganhar", explicou.

O encontro entre Escócia e Portugal vai contar com transmissão em direto no Canal 11.

13.º duelo entre portuguesas e escocesas

A Escócia, 21.ª no ranking FIFA de seleções, surge no caminho de Portugal pela 13.ª vez e não guarda boas memórias dos dois últimos encontros oficiais com a equipa de Francisco Neto: perdeu por 1-0 em novembro passado, no Estádio do Restelo, o que afastou a equipa da possibilidade de se qualificar para o Euro-2022, e perdeu por 2-1 no Europeu de 2017, em Roterdão, naquela que foi a primeira vitória de Portugal numa fase final feminina sénior.

Nos jogos anteriores disputados entre as duas seleções antes de 2017, Portugal venceu duas vezes: uma em 1994, no Barreiro, e outra na qualificação para o Europeu de 1995 (2-1), em Stirling.

HISTÓRICO COM A ESCÓCIA


;
;
20 de Fevereiro 2021
Foto

FPF/Diogo Pinto

Notícias