Qualidade impôs-se

Seleção A

Vitória indiscutível da Equipa das Quinas que soma mais três pontos na Liga das Nações.

Relatório Media

Confira as incidências da partida

Desde cedo que Portugal mostrou ao que vinha. Decididos, os comandados de Fernando Santos começaram cedo em busca dos três pontos e Diogo Jota, com um remate a rasar o poste da baliza sueca, dava o mote para aquela que viria a revelar-se uma noite de sonho para o internacional português.

Aos 20' o marcador mexeu. Diogo Jota recebe de Bruno Fernandes e em posição privilegiada opta por assistir Bernardo Silva que atira para o primeiro da noite. Portugal sorria e o público nas bancadas voltava a festejar mais de meio ano depois. 

A vantagem portuguesa seria dilatada ainda antes do intervalo. Assistiu no primeiro e marcou no segundo. Diogo Jota recebe um passe magistral de João Cancelo e no frente-a-frente com o guardião sueco só teve que decidir o lado e atirar para o 2-0. 

A segunda parte contou com uma toada mais morna e a Suécia procurava criar perigo sempre que conseguia. E enquanto Rui Patrício e o centrais que tinha à sua frente iam tomando conta das ocorrências defensivas, lá à frente era Diogo Jota quem sobressaía novamente. Passe fantástico de William Carvalho a desmarcar o português no flanco esquerdo que flecte para o meio, passa por dois adversários e atira a contar (71'). 3-0, mais três pontos e Portugal na liderança do grupo da Liga das Nações, juntamente com a França, que venceu na Croácia por 2-1.


;

Notícias