Compromissos 2016-2020

Os 8 eixos dos compromissos FPF

Conheça as nossas prioridades para o futebol português e saiba quais são os compromissos associados a cada um dos 8 eixos.
01 /
Reforma na governação
Total
11
Concluídos
5
A Decorrer
4

47

Revisão dos estatutos da FPF
Promover a discussão sobre o modelo estatutário, nomeadamente o que se aplica à Direção da FPF. Criação da comissão de revisão dos estatutos da Federação Portuguesa de Futebol.
A decorrer

48

Governação FPF
Rever o modelo de governação da FPF, propondo o aumento da representação dos sócios na Direção da FPF e a criação de Conselho de Supervisão, formado por personalidades independentes do futebol.
A decorrer

49

Dia do Futebol Distrital
Programa da FPF em cada distrito. Aprofundar conhecimento da realidade com associações, clubes e parceiros locais. Levantamento de dificuldades. Todos os distritos até 2020.
Por iniciar

50

Igualdade de Género
Tender para a paridade entre mulheres e homens no quadro de funcionários da Federação Portuguesa de Futebol.
A decorrer

51

Fórum Executivo
Organizar anualmente fórum executivo com sócios FPF, no primeiro trimestre de cada ano.
Concluído

52

Quinas de Ouro
Prémios anuais para Futebol não profissional, futsal, competições não profissionais masculinas e femininas.
Concluído

53

Prémios de excelência
Cerimónia anual de entrega de prémios de excelência, para sócios da FPF, por ocasião da Supertaça Cândido de Oliveira.
Concluído

54

Estatuto dirigente benévolo
Apresentar ao Estado a elaboração do estatuto do dirigente associativo benévolo.
Por iniciar

55

Representação internacional
Aumentar a representatividade institucional de Portugal na FIFA.
Concluído

56

Lusofonia
Propor a criação da Associação de Futebol dos Países de Língua Portuguesa, dentro da CPLP, como forma de estreitar os laços entre os países da Lusofonia.
A decorrer

57

Diplomacia desportiva
Integrar as comitivas de Estado em visitas ao estrangeiro, tirando partido da dimensão internacional do futebol português e estabelecendo protocolos de cooperação.
Concluído
02 /
CREDIBILIDADE: TRANSPARÊNCIA E INTEGRIDADE
Total
31
Concluídos
27
A Decorrer
2

1

Execução dos compromissos
Este conjunto de compromissos estará permanentemente disponível online, no site da FPF, para que todos possam verificar a concretização do que é proposto para a Federação Portuguesa de Futebol, no período 2016-2020.
Concluído

2

Boletim estatístico mensal
Ferramenta de informação e divulgação da atividade da Federação Portuguesa de Futebol. Numérico e analítico, fornece dados que permitem avaliar a evolução das diferentes vertentes da FPF.
Concluído

3

Deliberações da Direção FPF
As deliberações da Direção da Federação Portuguesa de Futebol passam a ser divulgadas no site oficial após cada reunião.
Concluído

4

Carreiras na arbitragem
Nomear comissão conjunta (FPF, Liga e APAF) que estudará e apresentará um plano de carreira para árbitros, assistentes e observadores. As propostas desta comissão conjunta estarão em debate antes da decisão final.
Por iniciar

5

Relatórios das equipas de arbitragem
Publicar no site da Federação Portuguesa de Futebol os relatórios dos árbitros nomeados para jogos das competições profissionais e não-profissionais.
Concluído

6

Divulgação dos relatórios de observadores
Pedir parecer a FIFA e UEFA sobre a possibilidade de divulgação dos relatórios dos observadores de equipas de arbitragem.
Concluído

7

Informação sobre arbitragem
Conselho de Arbitragem publicará boletim semanal com impedimentos de árbitros e assistentes, tornará públicas as reuniões do CA com clubes e manterá atualizada online, no site da FPF, a lista dos jogos das competições profissionais em que árbitros e assistentes intervieram.
Concluído

8

Nomeações
Apostar numa política criteriosa de nomeações, levando em consideração a meritocracia, a experiência e localização geográfica dos árbitros. Disponibilizando-se o CA a prestar esclarecimentos, aos árbitros e demais agentes diretamente relacionados, sobre critérios utilizados nas nomeações.
Concluído

9

Avaliação
Reformular o sistema de avaliação do desempenho dos árbitros, adaptando modelos praticados nas instâncias internacionais.
Concluído

10

Próximidade do Conselho de arbitragem com os clubes

Elaborar uma agenda de proximidade com os clubes, tomando a iniciativa de os procurar e de promover a relação de parceria.

Concluído

11

Talento
Implementar um Programa de deteção e acompanhamento de jovens talentos. Protocolar uma parceria de trabalho com o Sindicato dos Jogadores e a Associação de Treinadores, permitindo aos árbitros aumentar o seu conhecimento do futebol e dos seus agentes.
Concluído

12

Comunicação do Conselho de Arbitragem
Nomeação de um porta-voz do CA que estará disponível para partilhar informação e fornecer explicações sempre que tal seja necessário, publicamente.
Concluído

13

Formação em Arbitragem
Apoiar a comunicação social com formação periódica e material didático sobre leis do jogo, técnicas e regulamentação de arbitragem
Concluído

14

Observatório de Arbitragem
Conceber e implementar um Observatório de arbitragem que disponibilize indicadores objetivos da evolução da arbitragem nos seus diversos âmbitos de atuação.
Por iniciar

15

Apresentação pública do trabalho das equipas de arbitragem
Propor à Liga de Clubes um conjuntode alterações que seja dissuasor dos comentários depreciativos sobre as equipas de arbitragem, sobretudo antes dos jogos.
Concluído

16

Defesa do bom nome das competições
Reforçar a defesa dos valores essenciais tais como se apresentam nas normas disciplinares: a imparcialidade e competência dos agentes de arbitragem e o bom nome e credibilidade das competições.
Concluído

17

Formação sobre a defesa disciplinar dos valores desportivos
Exercer uma função pedagógica junto de todos os operadores desportivos, desde logo promovendo ações de formação e sensibilização para os valores desportivos e para sua defesa por via disciplinar.
Concluído

18

Formação do CD junto de árbitros e delegados
Conselho de Disciplina realizará, até final de 2016, quatro ações de formação junto dos árbitros e delegados ao jogo.
Concluído

19

Revisão do Regulamento Disciplinar
Apresentar, até final de 2016, uma revisão cuidada do Regulamento Disciplinar das competições desportivas não profissionais, de forma a alcançar nova resposta para a época desportiva 2017/2018. Apresentar às sociedades desportivas, que participam nas competições profissionais, no respeito das competências da Federação Portuguesa de Futebol e da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, propostas de alteração ao regulamento disciplinar aplicável a essas competições. Não se coloca de parte a existência de um único Regulamento.
Concluído

20

Encurtar prazos processuais
Obter respostas processuais propiciadoras de uma maior celeridade, desde logo encurtando os prazos processuais sem colocar em causa as garantias de defesa no Conselho de Disciplina
Concluído

21

Divulgação de decisões
Publicitar na página da Federação Portuguesa Futebol todas as decisões do Conselho de Disciplina.
Concluído

22

Acompanhamento dos processos
Publicitar na página da FPF, tendo presente a natureza secreta do processo disciplinar, todas as informações sobre o estado (fase em que se encontra) do processo, incluindo a data de autuação.
Concluído

23

Atividade do Conselho de Disciplina
Monitorizar a atividade do Conselho de Disciplina, oferecendo informação, entre outros aspetos, sobre o número de processo decididos e prazos de decisão.
Concluído

24

Gabinete de Proteção de Competições
Criar Gabinete que coordene todas as ações de proteção do jogo e intercâmbio com outras entidades, federações, UEFA e FIFA. Acolher em Portugal uma reunião de "Integrity Officers".
Concluído

25

Lei da corrupção desportiva
A lei 50/2007, que rege a corrupção na atividade desportiva tem limites penais ridículos para o corruptor ativo, penalizando de forma mais violenta o atleta, tantas vezes o elo mais fraco da teia criminosa, que é estranha ao fenómeno desportivo. A Federação Portuguesa de Futebol defende que esta lei deve ser revista imediatamente, passando a ser equivalente a qualquer outro ato de corrupção, aquele que acontecer no fenómeno desportivo. Corrupção é corrupção seja no desporto, nas empresas, no setor privado ou no setor público. Vamos bater-nos para que esta prioridade seja real, interagindo com os partidos políticos a quem compete legislar na Assembleia da República.
Concluído

26

Criar canal de denúncia de casos de "match-fixing"
Forma simples e eficaz de recolher informação, de forma reservada, para o combate ao fenómeno da viciação de resultados.
Concluído

27

Ações de formação sobre viciação de resultados
Realizar regularmente ações de sensibilização junto de jogadores das seleções jovens. Inserir o tema no próximo Football Talks. Produzir vídeos e material impresso de esclarecimento e combate à viciação de resultados, para divulgação no site oficial da FPF, redes sociais e meios de comunicação social.
Concluído

28

Formação de agentes desportivos sobre viciação de resultados
Em conjunto com sócios da FPF (nomeadamente Sindicato de Jogadores, Associação de Treinadores e APAF) formar dirigentes, treinadores, jogadores e árbitros, esclarecendo o fenómeno da viciação de resultados e as suas consequências.
Concluído

29

Licenciamento de clubes
Além do licenciamento de clubes que participam em competições profissionais, iniciar processo de licenciamento de clubes de Campeonato de Portugal Prio, Liga Feminina ALLIANZ e Liga SPORTZONE, por forma a conhecer a proveniência e identidade dos investidores, bem como a realidade económica e financeira destes clubes.
A decorrer

30

Intermediários
Publicitar anualmente todas as transações de jogadores em que intervierem intermediários, incluindo os montantes envolvidos.
Concluído

31

Código de conduta
Elaborar, publicar e promover códigos de conduta para os diversos agentes envolvidos no futebol.
A decorrer
03 /
TECNOLOGIA NO FUTEBOL
Total
7
Concluídos
5
A Decorrer
0

32

Vídeo-árbitro
Manter a posição de relevo da Federação Portuguesa de Futebol no processo de introdução do vídeo-árbitro e disponibilizar as competições portuguesas para acolher testes nas próximas duas temporadas.
Concluído

33

Aplicação sobre leis do jogo
Criar ferramenta digital que permita aos adeptos avaliar conhecimento sobre arbitragem e tirar dúvidas.
Por iniciar

34

Aplicação de resultados
Criar aplicação móvel que agregue todos os resultados do futebol português num único local.
Concluído

35

Apoio ao jogador
Criar canal de apoio ao jogador, em parceria com o Sindicato de Jogadores.
Concluído

36

Ligação ao adepto
Criar canal direto de ligação ao adepto e aprofundar a relação entre a FPF e os fãs de futebol
Concluído

37

Fóruns especializados online
Aproveitando as possibilidades das novas tecnologias, disponibilizar quadros da FPF para fóruns temáticos online.
Concluído

38

Estágios
Construir, em parceria com a ANTF, ferramenta que ajude os jovens treinadores a encontrar clubes de futebol e futsal disponíveis para os acolher em estágios.
Por iniciar
04 /
SELEÇÕES NACIONAIS
Total
4
Concluídos
4
A Decorrer
0

39

Conquistar título internacional
Manter o ritmo de presenças em fases finais e vencer mais um título internacional em futebol,futsal ou futebol de praia.
Concluído

40

Presença em fase final feminina
Ter uma seleção feminina de futebol na fase final de uma grande competição internacional.
Concluído

41

Clube de Fãs
Criação de um clube de fãs das seleções, com o objetivo de estreitar a relação dos adeptos com as equipas nacionais masculinas e femininas, de futebol, futsal e futebol de praia.
Concluído

42

Jogos de acesso gratuito
Com exceção dos jogos da Seleção Nacional A, manter tendencialmente gratuitos os jogos das diversas seleções nacionais de futebol, futsal e futebol de praia.
Concluído
05 /
Formação
Total
4
Concluídos
4
A Decorrer
0

43

"Universidade" do Futebol

Estrutura que seja considerada um centro de excelência e que concentre a oferta formativa adequada às necessidades dos diversos clubes e sócios da FPF. Estabelecer parcerias com Instituições de Ensino Superior, com o intuito de obter certificação formativa através da correspondência a Unidades Curriculares com ECTS, para efeito do reconhecimento da formação no acesso a formação pós graduada nessas Instituições de Ensino Superior (IES). Áreas de formação: treinadores, árbitros, jogadores, dirigentes desportivos, saúde e performance, sócios ordinários, instalações desportivas e futebol e sociedade.

Concluído

44

E-learning
Plataforma de e-learning para toda a oferta formativa da FPF.
Concluído

45

Formação para dirigentes desportivos
Integrar os jogadores e jogadoras que acabam a carreira no dirigismo, através da frequência do curso de dirigente desportivo. Até 2020, todos os clubes licenciados deverão ter nos seus quadros pelo menos um dirigente com aprovação neste curso de formação
Concluído

46

Incentivo à formação de ex-jogadores
Incentivo especial para jogadoras e jogadores federados que decidam frequentar o curso de dirigente até dois anos após o
Concluído
06 /
COMPROMISSO COM A SUSTENTABILIDADE
Total
14
Concluídos
6
A Decorrer
6

58

Manutenção de instalações desportivas
Dotar uma percentagem do resultado líquido anual da FPF para um programa de apoio à manutenção das instalações desportivas dos clubes que participam do Campeonato de Portugal Prio, Liga Sportzone e Liga Feminina ALLIANZ
Concluído

59

Central de compras
Montar uma estrutura centralizada de compras que permita aos sócios da FPF ganhar eficiência nesta área.
Por iniciar

60

Apoio à requalificação
Programa de apoio à requalificação das sedes das associações distritais e regionais de futebol
Concluído

61

Cidade do Futebol
Promover a utilização das instalações por entidades externas à FPF, tornando a CdF na Cidade de Todos
Concluído

62

Construir pavilhão

Estudar a construção de um pavilhão junto à Cidade do Futebol, para servir de local de trabalho às seleções de futsal.

A decorrer

63

Construir campo de futebol de praia
Junto à Cidade de Futebol, local de trabalho da seleção nacional.
A decorrer

64

Estágios na Cidade do Futebol
Programa de estágios na Cidade do Futebol. Permitir a associações e clubes que indiquem agentes associativos para a realização de estágios nas áreas jurídica, eventos, marketing, competições, media, informática e seleções
Concluído

65

Carta dos campos de futebol
Elaborar Carta dos campos de futebol em Portugal. Esta ação visa conhecer em detalhe as condições dos locais onde se pratica, formal e informalmente, futebol no nosso País.
A decorrer

66

Carta dos pavilhões de Portugal
Elaborar Carta dos pavilhões de futsal em Portugal. Esta ação visa conhecer em detalhe as condições dos locais onde se pratica, formal e informalmente, futsal no nosso País.
A decorrer

67

Carta dos campos de futebol de praia de Portugal
Elaborar Carta dos campos de futebol de praia em Portugal. Esta ação visa conhecer em detalhe as condições dos locais onde se pratica, formal e informalmente, futebol de praia no nosso País.
A decorrer

68

Centros de treino
Criar, de forma articulada com as Associações Distritais e Regionais e autarquias, centros de treino e formação descentralizados, com ações de nível zonal dirigidas pelos treinadores nacionais.
A decorrer

69

Programa de valorização das elites
Criar programa de valorização das elites de futebolistas, a exemplo do que sucedeu com o Torneio de Seleções Sub-15 na Cidade do Futebol , de 1 a 3 de abril, em que participaram 84 jogadores e diversos treinadores.
Concluído

70

Fundação
Criar Fundação que agregue todas as iniciativas de responsabilidade social da FPF e produzir relatório anual de responsabilidade social.
Concluído

71

Bolsa de estudo
Criar bolsa de estudo para ex-jogadores e jogadoras que pretendam seguir curso superior.
Por iniciar
07 /
INCREMENTO NA PRÁTICA
Total
9
Concluídos
5
A Decorrer
2

72

Projeto 1
Criar o «Projeto 1» para os guarda-redes de Futsal.
Concluído

73

Projeto 9
Criar o «Projeto 9», destinado à formação de avançados, e identificar quem possa liderá-lo em ligação com a direção da FPF.
Por iniciar

74

Jogadores federados
Alcançar o valor de referência da UEFA: 200 mil jogadores federados em Portugal, mais 30 mil do que o número atual.
Concluído

75

Jogadoras federadas
Atingir as 15 mil mulheres federadas em futebol e futsal, o dobro do número existente em 2015/16.
A decorrer

76

Ranking de clubes
Criar ranking de clubes com mais jogadoras femininas que competiram e atribuir prémios aos que mais incentivaram a inscrição de mulheres.
A decorrer

77

Retenção de jogadores
A passagem de júnior para sénior é um dos momentos mais delicados da carreira de um jogador. Criar medidas que ajudem à retenção dos futebolistas no primeiro ano de sénior.
Por iniciar

78

Certificação de Academias
Concluir o primeiro processo de certificação das Academias para todos os clubes que pretendam ter jogadores com contratos de formação. Alargar o processo de certificação aos clubes que por sua iniciativa o solicitem.
Concluído

79

Equipas B
Alterar Regulamentos de Competições, dotando-os com os mecanismos de previsão e organização aplicáveis aos clubes que pretendam constituir equipa secundária, encontrando-se competitivamente subordinada à equipa principal e que possa competir em escalões inferiores. Ajustar o Protocolo FPF/Liga Portugal no sentido de definir as regras de acesso, participação e manutenção das segundas equipas na competição da II Liga. Definir mecanismos de estímulo à criação destas segundas equipas.
Concluído

80

Novo escalão
Fidelizar os praticantes de âmbito recreativo da modalidade. Criar, com o apoio do Estado, um novo segmento federativo e promover condições de incentivo para os clubes que apresentarem e filiarem grupos de praticantes do escalão lazer/informal.
Concluído
08 /
PROMOÇÃO E FOMENTO
Total
30
Concluídos
6
A Decorrer
17

81

Prova nacional para não federados
Criar plataforma para gerir uma prova nacional dos praticantes informais, com desafios por proximidade, destinada a praticantes não federados.
Por iniciar

82

Campeonato nacional de Corporate
Criar uma competição em que possam participar as empresas de Portugal. Aproximação da FPF ao mundo empresarial.
Por iniciar

83

Futebol nas escolas
Propor ao Ministério da Educação o aumento da carga horária semanal da disciplina de Educação Física e do Desporto Escolar, passando ambas para 4 tempos letivos semanais. Incentivar a prática do futebol informal, promover festivais e programas de visitas.
A decorrer

84

Provas nas escolas
Organização conjunta de provas escolares de futebol e futsal, com enfoque especial no feminino.
A decorrer

85

Equipas escolares em provas federadas
Incentivar o aumento de equipas escolares (nível III) a participar nas competições federadas do futebol e futsal, estabelecendo como objetivo mínimo a presença de pelo menos uma equipa de nível III por área geográfica de jurisdição de cada associação de futebol filiada na FPF.
A decorrer

86

Futebol nas universidades
Protocolo com FADU para organização conjunta de provas universitárias.
Por iniciar

87

Campos de treino temáticos
Organizar campos de treino temáticos, que podem assumir uma configuração de Campos de Férias na Cidade do Futebol.
A decorrer

88

Futebol nas universidades e mobilidade
Criar, em colaboração com as Instituições de Ensino Superior (IES), o mapa das IES amigas do futebol. Elaborar aplicação online que permita identificar as IES que têm as modalidades do futebol na sua oferta desportiva, identificando paralelamente na área geográfica de cada Associação Distrital e Regional os clubes interessados no acolhimento/integração de estudantes universitários deslocados da sua residência.
A decorrer

89

Escolas de futebol para crianças
Alargar o âmbito da certificação das escolas de futebol para crianças, permitindo aos pais fazer as suas escolhas com o máximo de informação possível.
A decorrer

90

Mapa das escolas de futebol para crianças
Criar mapa nacional de escolas de futebol para crianças e divulgá-lo online.
A decorrer

91

Prémio anual para escolas de futebol para crianças
Criar prémio anual para as melhores práticas nas escolas de futebol para crianças.
A decorrer

92

Saúde e Prática desportiva
Elaborar e propor ao Estado um Plano Estratégico sobre Saúde e Prática Desportiva
A decorrer

93

Saúde, Futebol e municípios
Criar programa nacional de promoção da saúde através do futebol em parceria com todos os municípios de Portugal (ANMP). Cada município assegura a integração semanal de duas sessões de 30 minutos para prática informal de futebol no contexto de trabalho. Este programa será acompanhado por um trabalho científico que permita evidenciar os benefícios para a saúde desta iniciativa.
A decorrer

94

Campanha Saúde e Futebol
Lançar campanha sobre Saúde e Futebol, com presença nas redes sociais e destinada aos mais novos.
Concluído

95

Unidade de saúde e Performance
Estabelecer protocolo entre a USP da Federação Portuguesa de Futebol e as federações olímpicas e o Comité Olímpico de Portugal.
A decorrer

96

Dia do Futebol
Criar o Dia do Futebol. Joga-se futebol nos locais mais improváveis, levar o futebol de volta às ruas, com praticantes de todas as idades.
Concluído

97

Dia do Treinador
Definir, em conjunto com a ANTF, o Dia do Treinador e conjunto de atividades.
Por iniciar

98

OPEN DAY FPF
Escolas e IPSS visitam a Cidade do Futebol.
Concluído

99

Exposição de Fotografia
Na Cidade do Futebol, as melhores imagens dos melhores fotógrafos.
Por iniciar

100

Campanha FPF
Fazer campanha nacional de apelo à prática do futebol, futsal e futebol de praia por rapazes e raparigas.
A decorrer

101

Promoção internacional do futebol Português
Campanha internacional de promoção do futebol português, com ligação ao Turismo de Portugal e outras entidades cuja função seja promover Portugal.
A decorrer

102

Ranking fair-play
Criar o Ranking fair-play, ferramenta online onde está o cadastro disciplinar dos clubes que participam em provas nacionais, nas diferentes categorias. Premiar os melhores.
A decorrer

103

Eventos UEFA e FIFA
Apresentar candidaturas à organização de eventos UEFA e FIFA que estejam em consonância com os objetivos estratégicos da Federação e do futebol português.
Concluído

104

Football talks
Realizar duas edições desta conferência internacional sobre futebol, em 2017 e 2019.
A decorrer

105

Executive Talks

Personalidades de referência, nacionais ou estrangeiras, vão à Cidade do Futebol para "master class".

Concluído

106

Anuário
Publicar Anuário do Futebol Português.
Por iniciar

107

Livros
Criar coleção de livros, colocando a FPF como produtora de saber.
Concluído

108

Almanaque das Seleções
Estudar a reedição do Almanaque das Seleções.
A decorrer

109

História dos Sócios da FPF
Publicar, em parceria com cada sócio, o livro da sua história.
A decorrer

110

Prémios de jornalismo
Prémios anuais para imprensa, televisão e rádio, foco em reportagens sobre futebol e futsal de cariz local. A entregar nas Quinas de Ouro.
Por iniciar