Notícia

Obrigado, Edite!

Futebol Fem. - Seleção A

Internacional portuguesa anuncia retirada da Seleção Nacional, pela qual disputou 132 jogos e apontou 39 golos.

Edite Fernandes anunciou, esta terça-feira, a retirada da Seleção Nacional. A experiente avançada do SC Braga deixa a Equipa das Quinas após 132 internacionalizações, sendo a segunda jogadora com mais jogos pela armada lusa, atrás de Carla Couto, e a goleadora máxima da Seleção, com 39 golos.

A internacional portuguesa fez a sua estreia pela principal seleção feminina a 21 de dezembro de 1997. Tinha 18 anos e 71 dias. E contribuiu com quatro golos para o inédito apuramento de Portugal para a fase final do Campeonato da Europa, a realizar na Holanda neste verão.

O primeiro contacto com o futebol aconteceu na rua, com os rapazes, mas o Boavista lançou-a aos 17 anos para uma carreira que viria a passar pela China, a Noruega, os EUA e a Espanha. Foi a primeira futebolista portuguesa a jogar como profissional em clubes estrangeiros.

Em Portugal, representa o SC Braga nesta temporada, depois de ter vestido a camisola de Valadares Gaia, 1.º Dezembro, Montra de Talentos/ACM e Boavista.

Numa entrevista ao 'site' do SC Braga, a futebolista refere que "não existe um principal motivo" para dizer adeus à carreira na Seleção. "Ao fim de muitos anos, ponderei bastante esta decisão e chegou a altura de dizer adeus à Seleção. Não há uma razão, mas sim um momento certo para o fazer.  Neste momento, quero focar-me somente no clube que represento", explicou.

A Federação Portuguesa de Futebol agradece o talento, o profissionalismo, a dedicação e a paixão pelo futebol que a capitã Edite Fernandes demonstrou em 20 anos de Quinas ao peito.

 


;

Notícias